sábado, janeiro 19, 2019

GRANDE PLANO


JESSICA LANGE em O carteiro toca sempre duas vezes (1981).


2 comentários:

Ricardo António Alves disse...

oh, como eu amei esta mulher...

Manuel Nunes disse...

Nem mais, é muito amável, sim senhor.