terça-feira, julho 17, 2018

RELEITURAS


Releitura da estupenda novela Adolescente Agrilhoado, de José Marmelo e Silva, versão de 1958 de Adolescente, narrativa publicada dez anos antes. Obra literária de cunho neo-realista, é portadora de uma densidade psicológica fora do comum. Numa escrita exemplar, o autor dá-nos nota do percurso de um adolescente entre a opressão sofrida num internato (seminário) e a difícil existência no seio da sua aldeia serrana. Em fundo, o trabalho do povo nas minas de volfrâmio e o cortejo de sofrimento e morte que lhe anda associado. A liberdade, o amor e os sonhos da juventude tragicamente contrariados por uma tríade de poderosos: proprietários, o prior e o mestre-escola.


2 comentários:

Ricardo António Alves disse...

Sejamos marmelianos!

Manuel Nunes disse...

Absolutamente, caro amigo.