sexta-feira, julho 01, 2011

"Abandono" (Fado de Peniche) - Amália Rodrigues



Por teu livre pensamento
Foram-te longe encerrar.
Tão longe que o meu lamento
Não te consegue alcançar.
E apenas ouves o vento
E apenas ouves o mar.

Levaram-te, a meio da noite:
A treva tudo cobria.
Foi de noite, numa noite
De todas a mais sombria.
Foi de noite, foi de noite,
E nunca mais se fez dia.

Ai! Dessa noite o veneno
Persiste em me envenenar.
Oiço apenas o silêncio
Que ficou em teu lugar.
E ao menos ouves o vento
E ao menos ouves o mar.

(Cantado ontem por Cristina Branco no espectáculo de encerramento das Festas de Lisboa.)

2 comentários:

Maria José disse...

Obrigada, Manuel, por esta partilha. Ao ouvir este fado, só pensei: mas porque não fui ver e ouvir a Cristina Branco? Mas posso ouvir o vento e posso ouvir o mar!

Ricardo António Alves disse...

É lindíssimo este Amália (David M.-F./A. Oulman). Pela Cristina Branco ainda não ouvi.